25 de maio de 2015

Tag: AMO/ODEIO

Hey people! como vão vocês? eu vou muito bem também e em breve teremos novidades aqui pelo blog então fiquem ligadinhos aqui. Como vocês já puderam ler, hoje eu vim aqui para responder uma tag, tinha tempo que eu não respondia uma, e pela primeira que eu postei no blog, percebi que tem uma aceitação bem bacana. A pessoa que iria me indicar, resolveu deixar em aberto para qualquer pessoa responder, então cá estou eu. Vamos lá?!


Regras da tag:

*Mencionar 10 coisas que amamos e 10 coisas que odiamos.
*Indicar 10 blogs para responder a tag.
*Colocar a imagem da tag no post.
*Colocar o link de quem nos indicou.



Coisas que eu amo:
*Amo a minha família! gente me diz tem coisa mais gostosa que amor de família? Não tem! Você pode até não ter seu pai ou sua mãe, ou pode não ser próximo(a) de todos, mas eu tenho certeza que você é querido (a) por alguém, que tem pessoas que fariam qualquer coisa por você só para te ver feliz, isso é amor, o resto é história.

*Amo ler! sem sombra de dúvidas esse é um dos meus principais amores, já estou com tantos livros que não tenho mais onde guardá-los e a lista nunca diminui.

*Amo comer! Já falei que sou gordinha? não digo só em questão de números na balança, sou gordinha de pensamento mesmo, podem me chamar pra qualquer coisa, agora se for pra comer eu levanto na hora. Fica a dica quer me conquistar me convide pra comer ou me dê comida.(risos)

*Amo estar conectada. Não sei vocês, mas eu sou viciada em internet, tanto que virei blogueira. Durmo com o celular, levo ele pra tomar banho porque gosto de ouvir música, e se eu ficar sem internet pense numa pessoa completamente irritante, sou eu. Eu sei que não é saudável e que eu tenho algum problema, porém não posso evitar.

*Amo maquiagem, o fato é: Eu não sei me maquiar, porém isso não me impede de amar né gente, vamos ser sinceras. 

*Amo verão! Não tem época melhor no ano, na minha opinião da até mais vontade de viver, tudo parece bonito, mais animado, com uma música e uma cor diferente, tipo um filme rodado na Califórnia. Pra mim verão é isso.

*Amo conhecer lugares novos! Eu quase não saio da onde moro, mas adoro conhecer lugares novos, com pessoas de sotaques diferentes, outros costumes, gosto e muitas outras coisas.

*Amo aprender coisas novas! Não é a toa que sou fã de tutoriais, o fato de aprender e ensinar algo é simplesmente incrível.

*Amo ouvir música.

*Amo administração! Não sei vocês sabem mais eu sou uma universitária e futura administradora. #Administraçãoporamor 

Coisas que eu odeio:
*Odeio ter que me arrumar correndo! Parceiro se não for pra me chamar pelo menos duas horas e meia antes do evento, não precisa nem se dar ao trabalho.

*Odeio ficar sem internet.

*Odeio falsidade, infelizmente temos que conviver com isso diariamente, mas não é algo que devemos nos conformar e se acostumar. 

*Odeio sair sem estar com as unhas feitas.

*Odeio que gritem comigo sem motivo.

*Odeio ser feita de trouxa.

*Odeio gente que fica de mimimi. 

*Odeio mensagem visualizada e não respondida no whatsapp. 

*Odeio injustiças.

*Odeio homofobia. 

10 blogs que eu indico para responder a tag:


Então meus amores, esse foi o post de hoje, espero que vocês tenham gostado de saber um pouquinho mais sobre mim, e se vocês quiserem deixar que eu conheça um pouquinho mais de vocês, podem deixar aqui nós comentários quais coisas vocês amam e odeiam, vamos ver se temos gostos parecidos! Um beijo!

23 de maio de 2015

Resenha: Quem é você, Alasca?

Hey hey People! tudo bom com vocês? vamos fazer um sábado literário com resenha ? Sim, claro que vamos. O livro de hoje é um mimo, terceiro integrante da minha coleção do tio Green, e em breve pretendo completar a coleção, e trazer resenha de todos os livros dele pra vocês, porque ele é simplesmente um gênio! E esse foi seu primeiro livro publicado, e já era magnífico.


Dados técnicos:
Título do livro: Quem é você, Alasca?
Escritor: John Green
Editora: Intrínseca

Sinopse: 
Miles Halter tem fascinação por últimas palavras que grandes pessoas disseram antes de morrer. Vive de devorar biografias. Mas está cansado de ter só isso para livrá-lo do tédio que é a vida com seus pais, na Flórida.  Em busca do que o poeta François Rabelais chamou em suas últimas palavras de o "Grande Talvez" , Miles sai de casa para ingressar na escola Culver Creek, um internato no Alabama. Muitas coisas o esperam lá, entre elas, Alasca Young. Inteligente, engraçada, louca e incrivelmente sexy, Alasca vai arrastar Miles para o seu labirinto e catapultá-lo sem misericórdia na direção do Grande Talvez.

Resenha:
O livro já pode ser resumido na capa, "Primeira cerveja, primeiro trote, primeiro amigo, primeiro amor, últimas palavras." de fato é sobre isso que o livro trata, mas se engana quem pensa que Quem é você, Alasca? é mais do mesmo sobre romance adolescente. A vida de Miles é um tanto quanto monótona morando com seus pais, ele não tem amigos, não é popular e desenvolveu um grande fascínio por últimas palavras, após ler muitas biografias do seu pai. Esses fatos tornam Miles um tanto peculiar, e ele decide que sua vida pode oferecer-lhe mais que isso, então faz as malas e sai da Florida para o ensolarado Alabama na maior busca da sua vida. 
Na Culver Creek, seu novo internato e sua nova casa Miles faz amizade com Chip Martin (Coronel) que é seu novo colega de quarto, por meio do qual conhece Alasca Young. Em meio a trotes memoráveis, bebidas, cigarros e conversas Miles se sente cada vez mais atraído por Alasca, que tem em seu livro favorito: O general em seu labirinto, de Gabriel Gárcia Márquez, a pergunta pela qual busca incessantemente uma resposta. "Como vou sair desse labirinto?" . Alasca é uma garota muito misteriosa e inteligente, propõe questionamentos sobre a vida, defende o direito das mulheres nessa sociedade patriarcal, é o gênio que planeja os maiores trotes da Culver Creek, e que ajuda a inciar seus amigos na vida amorosa. O que torna Alasca completamente interessante. Porém ela também é muito temperamental, imprevisível e impulsiva, não sendo de fácil convivência. 
Miles se apaixona aos poucos por Alasca, mas não é correspondido pois ela tem tem namorado e abomina a traição. Mesmo sem entendê-la, o impacto que ela causa em sua vida é inegável.
Miles frequenta as aulas e estudo arduamente para passar em todas as provas, aprende a quebrar algumas regras, tem o primeiro contato com  a bebida e o cigarro, faz amigos de verdade pela primeira vez, e tem sua primeira namorada. Os questionamentos sobre Alasca se tornam cada vez mais frequentes, e ela acaba o  envolvendo no grande labirinto da sua vida, labirinto para o qual ela ainda não tem resposta, e não encontrou a saída. 
É válido ressaltar a aula de religião que aparece em várias partes dos livros, oferecendo perguntais centrais sobre a vida, qual o sentido da vida, de que forma todos e tudo está envolvido intrinsecamente, o amor, a dor, o sofrimento e algumas outras questões que o livro levanta e que tem grande peso na vida dos personagens, porque a reflexão que eles desenvolvem, os levam as suas respostas. O livro também é dividido em antes e depois, o já deixa um ar misterioso desde o começo, mas eu não vou contar do que se trata porque seria um spoiler gravíssimo e eu não vou cometer esse pecado literário nessa resenha. 

Quotes :



"Saio em busca de um Grande Talvez"


"E naquele quase momento entre nós dois, eu percebi que me importava com ela, pelo menos um pouco. Não sei se gostava dela, e tinha minhas dúvidas quanto a confiar nela, mas me importava o bastante para tentar descobrir. Ela na minha cama, aqueles olhos verdes enormes me encarando. O mistério infindável do seu sorriso irônico, quase malicioso"


"Se as pessoas fossem chuva, eu seria garoa e ela um furacão"


"Todo mundo é arrastado pelas ondas para o fundo do mar - para onde em suma, todos nós iremos" 

 O que eu achei?
O livro é bem diferente do que eu imaginava, eu esperava um romance fofinho que fosse me fazer chorar com a intensidade do amor, como Ps eu te amo, Simplesmente acontece entre outros livros. Não foi o que aconteceu, seria simples demais para a genialidade de John Green. O livro é envolvente, eu queria muito saber o que aconteceria no depois, o que me levou a só largar o livro para dormir. As questões levantadas no livro são muito interessantes e realmente aplicáveis a vida. E como eu acredito que todos os livros que lemos fazem parte de nós, aprendi lições valiosas com esse também, entrou para a listinha dos meus preferidos.  O livro não fornece uma leitura chata, claro, como todo livro do John Green você tem que saber enxergar nas entrelinhas e pode desenvolver múltiplas interpretações para o que está vendo. Ele costuma deixar em aberto o desenrolar desses pensamentos, o que é instigante e estimulante para o leitor.
   

Avaliação:


Você pode comprar o livro clicando aqui.

Outra resenha do John Green: A culpa é das estrelas.

Então esse foi o post de hoje meus amores, espero que vocês tenham gostado e eu possa ter ajudado a incentivar você a começar uma nova leitura, e amar o John Green ( risos). Não esquece de deixar um comentário aqui em baixo com a sua opinião e seguir o blog se você gostar, para ficar sempre por dentro de tudo que está rolando de legal por aqui. Um beijo!






20 de maio de 2015

Batom colorido com sombra

Hey hey people! tudo bom com vocês? Já faz tempo que venho querendo trazer esse tutorial pra vocês, porém alguma coisa sempre acabava dando errado. Vamos aprender a fazer hoje, qualquer cor de batom utilizando sombra. Sabe aquela sombra incrível que você ganhou e quer usar em todo lugar não só nos olhos, ou que você acha que um batom com aquela cor seria igualmente incrível? Agora você pode fazer e sair arrasando por ai. O mais legal desse tutorial é que o importante é a imaginação. se você for ousada(o) pode optar por cores não convencionais como grafiti, azul ou verde por exemplo. Se você for mais clássica pode optar por um rosa ou roxinho. E se você for básica nos tons mais claros ou nos dourados, para fazer um batom na cor cobre por exemplo. Mas a escolha é sua!

Você vai precisar de: 

  1. Manteiga de cacau, ou lip balm ou bepantol em pomada.
  2. Sombras variadas de sua preferencia.
  3. Pincel para sobrancelha. ( Você pode usar outro pincel, eu dei preferencia a esse por ele ser mais firme e depositar melhor a sombra).


Mode de fazer:
  1. Passar a manteiga de cacau até cobrir todo o lábio.
  2. Escolher a sombra.
  3. Usar o pincel para depositar a sombra nos lábios por cima da manteiga de cacau. Nesse passo é importante ter em mente que depositar dando batidinhas leves até cobrir todo o lábio é o ideal, se for feito de modo contínuo você vai acabar retirando o produto ao invés de espalhar.

Resultado:
Um batom novo para chamar de seu (risos). O batom feito com sombra tem efeito mate e dura bastante nos lábios. 
Desvantagem: Pode ser de difícil retoque se você  estiver na rua por precisar da sombra e das outras coisas antes citadas. Acaba se tornando pouco prático se você está com presa e procura uma solução rápida. Porém pode ser usado para fazer maquiagens para gravar vídeos ou para maquiagens de fantasias por exemplo.

Batons feitos com sombra 3D:



 Batons  feitos com sombras comuns:




  

























Para remover:


  1. Demaquilante líquido.
  2. Lenços demaquilantes.
  3. Sabonete líquido.
Obs: Todas as fotos do post são pessoais, e tiradas por mim.


Então meus amores,  o post de hoje foi esse espero que vocês tenham gostado, e que testem e se apaixonem como eu. Não se esqueça de deixar um comentário aqui com sua opinião e seguir o blog para acompanhar as novidades. Um beijo!

17 de maio de 2015

21 DIY'S para o dia dos namorados!

Hey people, estamos a menos de um mês do dia dos namorados, época esperada por muitos.O dia dos namorados é uma data comemorativa na qual se celebra a união entre casais, sendo comum a troca de presentes. No Brasil essa data é comemorada no dia 12 de junho, véspera do dia de Santo Antônio( santo casamenteiro). E ai já decidiu o que vai fazer dia 12? Bom eu não farei nada, até porque não tenho namorado haha. Mas já tem muita namorada (o) procurando formas legais de presentear a pessoa que ama. Algumas pessoas preferem dar presentes que são comprados já prontos, outras preferem fazer algo especial, com carinho, dedicando tempo e empenho para aquilo, fazendo uma coisa mais pessoal. Confesso que se tivesse que presentear alguém faria os dois. Compraria uma roupa ou algo que tivesse utilidade para pessoa em questão e faria algo como um cartão, uma receita, um almoço ou coisas do tipo. 
Já que  planejar com antecedência é a alma do negócio, resolvi trazer para vocês uma seleção de links recheados de DIY ou Faça você mesmo(a) para essa data tão ovacionada. O post vai ser unissex com dicas para presentear tanto homens, quanto mulheres. Então se você é homem não precisa sair correndo e fechar a página, também tem dicas especiais para você (:

Para você se inspirar:

Meus amores espero que vocês tenham curtido o post, é o primeiro nesse estilo de lista de link's e acho que acrescenta até mesmo para vocês conhecerem outros blogs bacanas. Semana que vem vou trazer dicas de presentes e decorações do pinterest para o dia dos namorados. Estou pensando em fazer alguns posts com o tema, e variar. Porém vai depender do retorno positivo, então se você gostou e vai fazer alguma ideia, não deixe de comentar e deixar aqui a sua opinião, eu vou adorar saber. Sigam o blog e curtam a Fan Page para me ajudar a divulgar e fazer o nosso cantinho ficar ainda mais especial. Um beijo!

14 de maio de 2015

Crônicas da blogueira: Saudades eternas!


Acredito que todas as pessoas tenham  ou irão ter alguma saudade eterna. Deixe-me explicar o termo primeiramente, divido saudades em dois tipos: Saudades eternas (saudades de coisas, pessoas e momentos que você não pode mais sanar mesmo que queira) e Saudades ( saudades comuns mesmo, de coisas das quais você sente falta, mas por distância ou algo do gênero você não possa ter no momento). 
 Eu coleciono algumas saudades eternas, saudades de pessoas que se foram  e que não voltam mais, saudades de animais de estimação que eram como amigos e não voltam mais, entre outras saudades. Tenho o seguinte pensamento, as relações que de alguma forma vivemos passam a fazer parte de nós, como aquela famosa frase que diz que somos responsáveis por aquilo que cativamos. Tenho o mesmo pensamento com livros porém, as estórias das quais tomamos parte, passam a fazer parte de nós através das lições que aprendemos. 
Partindo desse mesmo pensamento, as saudades eternas nós compõe, é triste de fato. Como se acostumar e aceitar que uma pessoa  ou uma coisa muito importante tem que deixar de ser presente em nossas vidas e se tornar apenas uma saudade?  Saudade deixa o coração tão pesado, tão apertado, tão angustiado, então mais uma vez eu pergunto, como aceitar carregar uma saudade eternamente, ou pior, aceitar carregar uma coleção de saudades eternas? 
 A resposta porém é muito simples, somos formados pelas nossas experiências, valores, cultura, desejos entre outras coisas, as saudades fazem parte disso tudo, são vivências suas que não podem de forma alguma serem retiradas de você. É uma forma de conhecimento tácito, está internalizado na sua cabeça, na sua pele, no seu sangue e no seu coração. É seu! Como um presente indesejado. 
Por muito tempo eu tentei lutar contra sentimentos assim, procurei não sentir, me esvaziar de emoções, tentei permanecer insensível, criar muros e grandes barreiras internas, não queria sentir, não queria saber, não queria que algo tão doloroso fizesse parte de mim, e eu neguei todos os sentimentos que eu poderia ter em relação a isso, evitei falar sobre o assunto, evitei lugares que me trouxessem recordações, evitei objetos, nossa eu evitei tantas coisas, eu só queria que parasse de doer! Mas"o problema da dor, é que ela precisa ser sentida". 
Para que eu encontrasse uma forma de paz interior por assim dizer, eu precisava aceitar os fatos, jogar as cartas nas mesa, me permitir sofrer e chorar o quanto fosse necessário, extravasar tudo de negativo que havia se instalado em mim, precisei promover a aceitação, e não foi fácil, era um trabalho árduo e contínuo, que levou tempo.  
Hoje toda dor da perda virou saudade, e não daquele tipo de saudade comum, e sim daquele tipo de saudade do que é insubstituível, e que vai fazer falta pela vida inteira.  Apenas saudades eternas presentes para sempre no meu coração.

12 de maio de 2015

Tendência: Marsala cor 2015

Hey hey People! Mais um post sobre tendência, e agora a nova modinha 2015 que invadiu as vitrines no outono e pretende permanecer durante o inverno, a cor marsala. Segundo a escala da Pantone que acontece todos os anos divulgando a cor divulgando cores e tons que vão invadir decorações, design e todos os segmentos da moda, essa é a cor do ano. Mas e ai Keila, que cor eu poderia chamar de Marsala?  Calma gente, eu explico. Marsala é uma variação do vinho, parece um marrom avermelhado, Marsala claro, Marsala escuro (Risos), agora somos todos chiques, nada de ficar definindo tudo como vinho. Vinho é vinho, e Marsala é Marsala. Aprenderam? 
É uma cor chique que denota sobriedade, seriedade e elegância, podendo ser usado em look's monocromáticos, ou seja, de uma só cor, no nosso caso Marsala. Ou ainda como pontos de cor em um look, com os acessórios são exemplos: sapatos, bolsas, cachecóis. Permite fáceis combinações e as peças podem ou não ser estampadas, rendadas, lisas e muitas outras texturas.
As maquiagens e os esmaltes na cor também vem com tudo nessas estações, que tal comprar um batom, sombra ou esmalte na cor? Pensando desse jeito é até mesmo fácil estar na moda né?!
O post de hoje vai trabalhar com inspirações de look's, mas a cor Marsala pode estar presente em decorações de casas ou até mesmo em casamentos. Alô noivinhas 2015, que tal um Marsala com branco como cores principais da sua decoração?!



Marsala Vestidos Longos





Marsala vestidos curtos






Marsala calças





Marsala sobretudos





Marsala saias





Marsala acessórios





Marsala make inspiração





Então meus amores, espero que vocês tenham gostado das dicas, tem propostas bem legais e sim eu já quero um vestidinho cor marsala pra usar com uma botinha de cano curto. Se quiserem que eu faça post sobre decoração pra festas e eventos na cor Marsala deixe aqui nos comentários, vou adorar saber sua opinião. Um beijo!

9 de maio de 2015

Cursos online: Gerador (a) de conteúdo na internet ou maquiador (a)

Hey Hey People, tudo bom com vocês? hoje venho trazer uma novidade. Em tempos de internet e geração y, o número de pessoas que querem trabalhar na internet cresce cada dia mais. Seja com lojas online ou geração de conteúdo.  O Brasil também é um grande empreendedor, embora por falta de planejamento a maioria das empresas tenha uma alta taxa de mortalidade. Ter o seu próprio negócio ou ser seu próprio chefe, fazer seus horários e trabalhar em casa, tem feito cada dia mais a cabeça das pessoas. Então vou apresentar para vocês alguns cursos criados por blogueiras para ensinar as outras pessoas algumas coisas relacionados a criação de conteúdo, trabalhar através de redes sociais, como ser um maquiador profissional, guia básico de maquiagem para iniciantes entre outros.
Vamos lá?


Bianca Andrade- Maquiagem profissional



Esse curso é da Bia do Boca Rosa, se você ainda não conhece o trabalho dela precisa conhecer já, blogueira e youtuber carioca, já tem mais de 800.000 mil inscritos no seu canal onde aborda conteúdos de make, cabelo, vlogs, dicas de decoração, tags e muito mais. O curto tem o intuito de formar um maquiador profissional ensinando como se apresentar, maquiagens em diferentes tipos de pele, quanto cobrar pelo seu serviço e tudo mais.
Você pode ter acesso ao curso clicando aqui.


Juliana Goes - Curso de automaquiagem



O curso da Juliana te ensina todo beabá para maquiagem, como montar um kit básico de make e cada detalhe específico passo a passo, para você que é iniciante e não sabe preparar uma pele ou fazer um delineado. O diferencial desse curso é que ele conta com um e-book exclusivo de 50 páginas. 
Você pode ter acesso ao curso clicando aqui.



Jéssica Belcost- Curso blogueira profissional


O curso da Jéssica tem por objetivo te ensinar a ter sucesso na carreira profissional de blogueira e youtuber, dando dicas de como ganhar dinheiro, como cobrar por publicidade, como conseguir parcerias, quais os equipamentos adequados, músicas para vídeos entre outros.
você pode ter acesso ao curso clicando aqui.





Taciele Alcolea - Segredos da Taci



Esse curso é recheado de dicas para bombar na internet, eu classificaria como dicas básicas, e fala um pouco da história da Taci na internet, quais os passos que ela deu pra chegar onde está atualmente com mais de um milhão de inscritos no youtube, como fez par superar as dificuldades etc..
Você pode ter acesso ao curso clicando aqui.




Claudinha Stoco- Branding me



O curso da Claudinha fala sobre moda, beleza e atitude. Dando dicas de como montar look's, como tirar selfie, como editar fotos,  rotina de postagens para o blog, como otimizar o espaço em uma mala entre outras coisitas. Fala bastante sobre marketing pessoal, trabalhando em cima da valorização da imagem e dando algumas dicas para eventos.
Você pode ter acesso ao curso clicando aqui.




Observação: Todos os cursos tem certificados exclusivos para validar a sua conclusão, e tem valor referente à R$39,90 reais. Uma dica: Em ocasiões especiais como dia da mulher, natal e black friday os preços costumam cair, e é uma boa oportunidade para investir nos cursos.

Depois de ter apresentado a vocês os  cursos mais famosinhos da internet no momento, quero saber o que vocês estão achando da nova moda, a todo momento uma blogueira ou vlogueira lança um curso novo. Alguns tem conteúdo realmente relevante outros nem tanto, com algumas pesquisas básicas no google você encontra as informações. Já fizeram ou tem vontade de fazer algum? Qual a sua opinião sobre o assunto? Deixe aqui nos comentários, vou adorar trocar figurinhas com você. Beijos!


7 de maio de 2015

Go People: Brighton um lugar especial!

Hey People! Recentemente uma blogueira que eu admiro foi para Brighton, e eu estava lendo um livro que se passa exatamente neste local, então resolvi trazer umas curiosidades, algumas informações e muitas imagens para inspirar vocês, quem sabe a fazer futuramente uma viagem inesquecível.



Brighton é uma pequena cidade do litoral sul da Inglaterra. Antigamente era uma vila de pescadores, que foi descoberta pela nobreza no século XVIII e transformada em uma pequena ilha de ricos e famosos.
A vida noturna da cidade é ampla, possui festas de segunda a segunda, com muitos pubs, barzinhos e danceterias, e tem seu público aumentando nos finais de semana por ser o lugar preferido dos Londrinos para curtir a praia e balada. Brighton também conta com uma cultura muito rica. com museus gratuitos, cinemas, teatro, galerias de arte, espetáculos musicais e outras manifestações culturais.


Brighton é uma espécie de praia universitária, e isso me chamou a atenção em relação com o Brasil, se um dia eu fosse viajar sentiria muita falta das praias, pois o mar me dá a sensação de estar em casa. Nada melhor do que viajar para um lugar com um mar tão bonito quanto, as praias são lotadas de turistas, e tem muitas atrações na orla, importantes locais turísticos que podemos citar são: O pier de Brighton, que reune em um enorme Cais, e um centro de entretenimento, um parque de diversões e várias lojas de souvenirs.



Sobre a praia podemos citar algumas curiosidades, como o fato de que em Brighton, a praia é de pedrinhas e não de areia como no Brasil. Esse fato aponta uma característica diferente, como cangas se tornam desconfortáveis com o passar do tempo, os moradores e turistas utilizam cadeiras de praias  para sentar e apreciar a vista, e chinelos para não machucar os pés, o mar também é mais gelado que no Brasil. Como em Brighton não possuí vendedores ambulantes como no Brasil, os turistas costumam levar cestas de piquenique para com lanches e bebidas para degustar na praia.


Informações importantes:


Moeda: Libra
Idioma: Inglês
Fuso Horário: +3horas
Segurança: Baixíssimos índices de criminalidade
Clima: A máxima é de 23ºC e mínima de 0ºC
Principais pontos Turísticos: Pier de Brighton, Royal Pavillion, The Lanes, Praias Brighton e Hover.

Livros que se passam em Brighton:


Garota online; 
Fazendo meu filme;



Eu adorei pesquisar mais sobre o lugar, e se um dia eu conseguir viajar para a Inglaterra, Brighton vai estar na lista e venho compartilhar uma chuva de fotos pessoais aqui para vocês. Um beijo!

4 de maio de 2015

Resenha do livro: Maybe Someday (Talvez um dia)

Hey, hoje uma resenha encantadora de um livro que ganhou meu coração. Espero que desperte o interesse de vocês e que vocês possam ficar tão apaixonados pelos personagens e pela história tanto quanto eu fiquei. Vou tentar uma abordagem diferente nessa resenha, pois nas outras presentes no blog acho que acabei dando muitos spoilers. Então resolvi testar um jeito diferente, vamos lá.

 

Dados técnicos:


 Título do livro: Maybe Someday  
 Escritora: Colleen Hoover
 Editora: Atria Books


Sinopse:



Aos vinte e dois anos de idade, Sydney está desfrutando de uma grande vida: Ela está na faculdade, trabalhando em um emprego estável, apaixonada por seu maravilhoso namorado, Hunter, e é colega de quarto de sua melhor amiga, Tori. Mas tudo muda quando ela descobre que Hunter está traindo ela e ela é forçada a decidir qual será seu próximo movimento. Logo, Sydney encontra-se fascinada por seu vizinho misterioso e atraente, Ridge. Ela não consegue tirar os olhos dele ou parar de ouvir o jeito que ele toca seu violão todas as noites em sua varanda. E há algo sobre Sydney que Ridge não consegue ignorar, também. Após seu encontro inevitável acontecer, Sydney e Ridge encontram-se necessitando um do outro em mais do que uma maneira.



Resenha:


Antes de começar preciso contar que o livro trás uma coisa muito diferente e legal ao mesmo tempo, e que o faz realmente único. Maybe Somenday conta com uma playlist, sim minha gente o livro conta com músicas criadas especialmente para o livro, as letras estão presentes ao longo das páginas e é possível baixá-las. Esse presente veio da parceria entre Collen Hoover com Griffin Peterson. 

Sidney é uma garota comum de 22 anos, que cursa música na faculdade a contragosto de seu pai, divide o apartamento com uma amiga e se diz apaixonada por seu namorado Hunter. Todos os dias enquanto estuda na varanda, Sidney observa seu vizinho Ridge tocar seu violão, e com o passar do tempo ela cria letras para as melodias, e ouvi-lo tocar se torna uma nova obsessão. Ridge também a observa e se encontra em um bloqueio criativo, após conseguir o número de Sidney , pede que ela o envie as letras que criou, embora ela não acredite no seu potencial e tenha medo de julgamentos, ela acaba enviando.
No dia de seu aniversário Sidney descobre que seu namorado e sua amiga estavam tendo um caso. Após esse episódio ela se encontra totalmente desamparada, Ridge  a acolhe e consola oferecendo-lhe um quarto vago na casa que ele divide com seu amigo warren e Bridgette. E ai toda história começa de verdade, Sidney descobre algo sobre Ridge que até então não sabia, embora todas as outras pessoas ao redor dele saibam(você leitor também vai se surpreender, mas eu não posso contar esse segredo embora eu queira muito). Entre composições tarde da noite para a banda de Brennan, irmão de Ridge, e a convivência diária durante o dia, Sidney encontra-se no dilema de estar se apaixonando por Ridge, embora não queira, não pode negar a forte atração que existe entre os dois. 
Logo a história se torna um belo triângulo amoroso, pois Ridge tem uma namorada, carinhosa, meiga e compreensiva. A estranha relação de amizade que Ridge e Sidney tem fica cada vez mais complicada  em meio a declarações não ditas feitas através de letras e composições, a música permeia todo o romance.  A necessidade cresce e Ridge se vê em um dilema muito comum, será possível amar duas pessoas ao mesmo tempo? ele está quase convencido de que sim, e isso pode colocar tudo a perder. Continuar um relacionamento duradouro com sua namorada ou deixá-la para viver um romance inesperado com Sidney? ele não consegue escolher, pois as equipara a duas metades distintas do seu coração. Ridge também se mantém muito leal a sua namorada, porque ela esconde um segredo pessoal e ele se vê na obrigação de mantê-la segura e com uma vida estável. Depois de alguns acontecimentos, Ridge se vê obrigado a escolher e isso afeta a vida de ambos os personagens, pois envolve vários corações e sentimentos que estão confusos, de forma que isso não pode acabar bem.

O que eu achei?


O livro se passa na maior parte do tempo na casa em que os personagens dividem, raramente se encontram em outro lugar, mais uma coisa que achei diferente, porque pode se tornar difícil manter uma história tão longa em meio a um mesmo ambiente. Quase pude me sentir dentro do livro, ouvindo as vibrações dos acordes do violão. A riqueza de detalhes e sensibilidade que a história transmite é quase palpável. Diferentes formas de amor são evidentes ao longo das páginas, e isso realmente me prendeu. Não vou contar como o livro termina, nem os principais segredos, porque retiraria completamente a graça e eu acho que já falei demais.
 Gostei tanto do livro que estou virando uma Tiete da Colleen Hoover, li dois livros dela durante o final de semana, e já tenho outros na lista, a forma como ela escreve tomou totalmente a minha atenção. E agora estou morrendo de vontade de viver dentro de Maybe Somenday e queria muito que o livro tivesse uma continuação.

Avaliação: 



Obs: Colleen Hoover escreveu também Maybe not, que conta a história de warren e Bridgette, o que não completa totalmente a minha vontade de continuação. Porém também vou ler e em breve trago mais essa resenha para vocês.
Obs²: O livro físico ainda não foi lançado no Brasil, então para ler aqui só na forma de e-book mesmo.

Essa foi  a resenha de hoje, espero que tenham gostado e que se interessem pelo livro ou pela autora. Se você já leu, ou ficou com vontade, me deixe aqui nos comentários o que achou, vou adorar saber sua opinião. Um beijo.




   
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...